O que é

Considerando a perspectiva de negócios, os dados nas empresas são governados por uma diversidade de compliances  tais como governança corporativa, compliances externos, tanto os nacionais (regulatórios, legais, fiscais e eventualmente investigativos – ex.: CPI) quanto os internacionais (Basileia e SOX). Cada um destes compliances define a longevidade dos dados que devem ser armazenados pelas empresas.

Consequentemente, do ponto de vista de TI, tais compliances dão origem às Políticas de Retenção dos Dados que governam a preservação e proteção dos dados históricos (assim chamados “Cool & Dormant”), porque não sofrem mais mudança de estado, e são ocasionais ou muito raramente acessados---- com o decorrer do tempo, suas probabilidades de acesso decrescem significativamente, tendendo a zero.

Segundo as práticas de governança de dados, a Gestão do Ciclo de Vida dos Dados (ILM) requer uma categorização e uma administração de dados mais abrangente que a tradicional, claramente definida, tal que corresponda principalmente à realidade imposta pelos “compliances”. O essencial é assegurar que até mesmos os dados históricos, muito raramente acessados, estejam disponíveis quase on-line quando precisarem ser acessados.

Ao longo do tempo, os dados históricos raramente acessados devem ser geridos de tal forma que, ao mudarem de categoria, sejam transferidos entre as camadas de storage tendo em vista reduzir o custo total de propriedade (TCO) da solução de Archive Ativo. É importante lembrar que um dado muito raramente acessado pode tornar-se um dado ativo sujeito até mesmo à mudança de estado, por decisão de negócio. Logo, preservar a integridade histórica dos dados raramente acessados é vital para uma solução de Archive Ativo que satisfaça aos requisitos de governança e ILM.

O que é

Considerando a perspectiva de negócios, os dados nas empresas são governados por uma diversidade de compliances  tais como governança corporativa, compliances externos, tanto os nacionais (regulatórios, legais, fiscais e eventualmente investigativos – ex.: CPI) quanto os internacionais (Basileia e SOX). Cada um destes compliances define a longevidade dos dados que devem ser armazenados pelas empresas.

Consequentemente, do ponto de vista de TI, tais compliances dão origem às Políticas de Retenção dos Dados que governam a preservação e proteção dos dados históricos (assim chamados “Cool & Dormant”), porque não sofrem mais mudança de estado, e são ocasionais ou muito raramente acessados---- com o decorrer do tempo, suas probabilidades de acesso decrescem significativamente, tendendo a zero.

Segundo as práticas de governança de dados, a Gestão do Ciclo de Vida dos Dados (ILM) requer uma categorização e uma administração de dados mais abrangente que a tradicional, claramente definida, tal que corresponda principalmente à realidade imposta pelos “compliances”. O essencial é assegurar que até mesmos os dados históricos, muito raramente acessados, estejam disponíveis quase on-line quando precisarem ser acessados.

Ao longo do tempo, os dados históricos raramente acessados devem ser geridos de tal forma que, ao mudarem de categoria, sejam transferidos entre as camadas de storage tendo em vista reduzir o custo total de propriedade (TCO) da solução de Archive Ativo. É importante lembrar que um dado muito raramente acessado pode tornar-se um dado ativo sujeito até mesmo à mudança de estado, por decisão de negócio. Logo, preservar a integridade histórica dos dados raramente acessados é vital para uma solução de Archive Ativo que satisfaça aos requisitos de governança e ILM.

Porque é importante

Em conformidade com a clássica e reconhecida “pirâmide de temperatura dos dados” (estruturados, semiestruturados e não-estruturados) – Figura 1 –, que define uma taxonomia para a categorização dos dados, eles podem ser classificados como:

  • “Hot” – são os dados transacionais, que mudam frequentemente de estado (podem ser atualizados);
  • “Warm” – são os dados transacionais, que não mudam de estado, mas são muito frequentemente acessados;
  • “Cool” – são os dados históricos, que não mudam de estado e são ocasionalmente acessados e
  • “Dormant” – são os dados históricos, que não mudam de estado e são muito raramente acessados.
    1data

A importância deriva do fato de TI estar apta a disponibilizar:

  • Capacidades de aderir a todos os “compliances” de negócios (internos e externos);
  • Cumprir todos os SLA’s de acesso aos dados que apresentam diferentes latências de dados;
  • Garantir a integridade histórica dos dados em qualquer ponto no tempo, além de preservar e proteger os dados históricos;
  • Minimizar o TCO da solução na medida em que o volume de dados escala segundo taxa de crescimento anual surpreendente, como acontece atualmente--- uma das dimensões de Big Data;
  • Adotar os fundamentos da ecoeficiência aplicados ao armazenamento de dados históricos raramente acessados.

Benefícios para o cliente

Os Experts em Archive Ativo da PHD Brasil trabalham no cliente para responder à seguinte questão crucial: “Por que gastar dezenas, centenas de milhões de dólares para armazenar (no longo prazo), gerir e acessar dados históricos muito raramente acessados se a sua empresa pode gastar apenas uma fração destes custos e aderir a qualquer dos compliances e requisitos de negócios existentes?”

Para defender esta conclusão especifica que responde a tal questionamento, os experts em Archive Ativo da PHD Brasil estudam a aderência aos diversos “complainces” e demanda de negócios aos quais o cliente deve aderir, para apresentar soluções que permitam armazenar, gerir e acessar dados históricos, garantindo que queries submetidos em qualquer ponto no tempo recebam sempre o mesmo conjunto de dados como resposta – no que tange aos dados “Cool & Dormant” –, levando em consideração os requisitos de qualquer natureza.

Os experts da PHD Brasil em Archve Ativo, que se dedicam à descobertas de dados dormentes são envolvidos no início dos trabalhos para identificar os dados cuja probabilidade de acesso tende a zero, usando ferramenta analítica capaz de suportar a tomada de decisão factual, a qual respalda a transferência de dados do armazenamento primário para o ambiente de Archive Ativo.

Mais ainda, os nossos experientes arquitetos na área de dados dormentes orientam o cliente no que tange à adoção de arquitetura para armazenar, gerir e acessar dados históricos, garantindo a mobilidade total dos dados históricos no Storage, reduzindo drasticamente o custo total de propriedade da solução (TCO) na medida em que os dados escalam para dezenas, centenas de terabytes e petabytes.

Para mais informações entre em contato com nossos especialistas em serviços especializados de Archive Ativo e Immutable Data, preferencialmente através do email:
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Gerência do Ciclo de Vida de uma Grande Riqueza:  Os Dados Também Envelhecem

A Solução para o Gerenciamento do Ciclo de Vida dos Dados – ILM -- propicia à Empresa a disponibilização de uma quantidade muito maior de seus dados para acesso near-line--- são dados com baixa probabilidade de serem acessados, nunca alterados, históricos. A Solução apoia os processos transacionais dos agentes de Negócio da Organização com seus clientes, dando suporte a ambos, clientes e agentes, para que tomem decisões factuais, sejam elas operacionais, táticas ou estratégicas.

Como todos nós, os dados também envelhecem. Mas não como os seres humanos, cuja métrica é o passar do tempo.  Os dados envelhecem pelo desuso.

Outra questão: é um equívoco tratar todos os dados como se tivessem a mesma importância para o negócio, seja ele qual for, como se fossem utilizados com a mesma frequência. Portanto, os dados devem ser segregados com base na probabilidade de serem acessados.

Essa é a base do conceito de “ILM – Information Lifecycle Management”. É o reconhecimento de que os dados têm um ciclo de vida -- que pode, sim, ser influenciado pela variável tempo-- e devem ser segregados em camadas diferentes de armazenamento e gestão.

Segundo estimativas do segmento de TI, para cada R$1,00 (um) gasto em armazenamento gastam-se R$7,00 (sete) em Gestão. Além disso, enquanto o custo de armazenamento tem decrescido significativamente nos últimos anos, isso não é acompanhado pelo decréscimo do custo de Gestão na mesma proporção.  

As soluções da PHD Brasil trazem benefícios diretos ao Cliente final e benefícios, em especial, para os profissionais envolvidos em TI. Além de implementar o conceito de ecoeficiência.

Um número cada vez maior de organizações consideram seus dados, criados no dia a dia de suas operações, e as informações deles derivadas, como bens valiosos. Aquelas organizações com acesso a dados de alta qualidade tomarão decisões de negócio mais informadas, factuais, e mais efetivas. Isto é verdade para instituições de todas as verticais de mercado já que todas precisam de informações para dar suporte às suas decisões e otimizar a qualidade dos serviços prestados a seus clientes. 

Dados são considerados um bem da Empresa capaz de alavancar seus negócios nos níveis operacional, tático e estratégico.

Assim, a introdução das soluções para o Gerenciamento do ILM propicia à Empresa a disponibilização de uma quantidade muito maior de seus dados para acesso near-line. E apoia os processos transacionais dos seus agentes de Negócio com seus clientes dando suporte a ambos, clientes e agentes, para que tomem decisões factuais, sejam elas operacionais, táticas ou estratégicas.

Já em TI, o desenvolvimento de aplicações e o armazenamento e gestão dos dados são beneficiados com a Solução. Portanto, a Solução afeta tanto a infra-estrutura de TI colocada a serviço dos profissionais da Empresa, os clientes internos, como também os serviços e produtos oferecidos aos clientes da Empresa, os clientes externos.

 

Em conformidade com a clássica e reconhecida “pirâmide de temperatura dos dados” (estruturados, semiestruturados e não-estruturados) – Figura 1 –, que define uma taxonomia para a categorização dos dados, eles podem ser classificados como:

  • “Hot” – são os dados transacionais, que mudam frequentemente de estado (podem ser atualizados);
  • “Warm” – são os dados transacionais, que não mudam de estado, mas são muito frequentemente acessados;
  • “Cool” – são os dados históricos, que não mudam de estado e são ocasionalmente acessados e
  • “Dormant” – são os dados históricos, que não mudam de estado e são muito raramente acessados.
    1data

A importância deriva do fato de TI estar apta a disponibilizar:

  • Capacidades de aderir a todos os “compliances” de negócios (internos e externos);
  • Cumprir todos os SLA’s de acesso aos dados que apresentam diferentes latências de dados;
  • Garantir a integridade histórica dos dados em qualquer ponto no tempo, além de preservar e proteger os dados históricos;
  • Minimizar o TCO da solução na medida em que o volume de dados escala segundo taxa de crescimento anual surpreendente, como acontece atualmente--- uma das dimensões de Big Data;
  • Adotar os fundamentos da ecoeficiência aplicados ao armazenamento de dados históricos raramente acessados.

Benefícios para o cliente

Os Experts em Archive Ativo da PHD Brasil trabalham no cliente para responder à seguinte questão crucial: “Por que gastar dezenas, centenas de milhões de dólares para armazenar (no longo prazo), gerir e acessar dados históricos muito raramente acessados se a sua empresa pode gastar apenas uma fração destes custos e aderir a qualquer dos compliances e requisitos de negócios existentes?”

Para defender esta conclusão especifica que responde a tal questionamento, os experts em Archive Ativo da PHD Brasil estudam a aderência aos diversos “complainces” e demanda de negócios aos quais o cliente deve aderir, para apresentar soluções que permitam armazenar, gerir e acessar dados históricos, garantindo que queries submetidos em qualquer ponto no tempo recebam sempre o mesmo conjunto de dados como resposta – no que tange aos dados “Cool & Dormant” –, levando em consideração os requisitos de qualquer natureza.

Os experts da PHD Brasil em Archve Ativo, que se dedicam à descobertas de dados dormentes são envolvidos no início dos trabalhos para identificar os dados cuja probabilidade de acesso tende a zero, usando ferramenta analítica capaz de suportar a tomada de decisão factual, a qual respalda a transferência de dados do armazenamento primário para o ambiente de Archive Ativo.

Mais ainda, os nossos experientes arquitetos na área de dados dormentes orientam o cliente no que tange à adoção de arquitetura para armazenar, gerir e acessar dados históricos, garantindo a mobilidade total dos dados históricos no Storage, reduzindo drasticamente o custo total de propriedade da solução (TCO) na medida em que os dados escalam para dezenas, centenas de terabytes e petabytes.

Para mais informações entre em contato com nossos especialistas em serviços especializados de Archive Ativo e Immutable Data, preferencialmente através do email:
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Gerência do Ciclo de Vida de uma Grande Riqueza:  Os Dados Também Envelhecem

A Solução para o Gerenciamento do Ciclo de Vida dos Dados – ILM -- propicia à Empresa a disponibilização de uma quantidade muito maior de seus dados para acesso near-line--- são dados com baixa probabilidade de serem acessados, nunca alterados, históricos. A Solução apoia os processos transacionais dos agentes de Negócio da Organização com seus clientes, dando suporte a ambos, clientes e agentes, para que tomem decisões factuais, sejam elas operacionais, táticas ou estratégicas.

Como todos nós, os dados também envelhecem. Mas não como os seres humanos, cuja métrica é o passar do tempo.  Os dados envelhecem pelo desuso.

Outra questão: é um equívoco tratar todos os dados como se tivessem a mesma importância para o negócio, seja ele qual for, como se fossem utilizados com a mesma frequência. Portanto, os dados devem ser segregados com base na probabilidade de serem acessados.

Essa é a base do conceito de “ILM – Information Lifecycle Management”. É o reconhecimento de que os dados têm um ciclo de vida -- que pode, sim, ser influenciado pela variável tempo-- e devem ser segregados em camadas diferentes de armazenamento e gestão.

Segundo estimativas do segmento de TI, para cada R$1,00 (um) gasto em armazenamento gastam-se R$7,00 (sete) em Gestão. Além disso, enquanto o custo de armazenamento tem decrescido significativamente nos últimos anos, isso não é acompanhado pelo decréscimo do custo de Gestão na mesma proporção.  

As soluções da PHD Brasil trazem benefícios diretos ao Cliente final e benefícios, em especial, para os profissionais envolvidos em TI. Além de implementar o conceito de ecoeficiência.

Um número cada vez maior de organizações consideram seus dados, criados no dia a dia de suas operações, e as informações deles derivadas, como bens valiosos. Aquelas organizações com acesso a dados de alta qualidade tomarão decisões de negócio mais informadas, factuais, e mais efetivas. Isto é verdade para instituições de todas as verticais de mercado já que todas precisam de informações para dar suporte às suas decisões e otimizar a qualidade dos serviços prestados a seus clientes. 

Dados são considerados um bem da Empresa capaz de alavancar seus negócios nos níveis operacional, tático e estratégico.

Assim, a introdução das soluções para o Gerenciamento do ILM propicia à Empresa a disponibilização de uma quantidade muito maior de seus dados para acesso near-line. E apoia os processos transacionais dos seus agentes de Negócio com seus clientes dando suporte a ambos, clientes e agentes, para que tomem decisões factuais, sejam elas operacionais, táticas ou estratégicas.

Já em TI, o desenvolvimento de aplicações e o armazenamento e gestão dos dados são beneficiados com a Solução. Portanto, a Solução afeta tanto a infra-estrutura de TI colocada a serviço dos profissionais da Empresa, os clientes internos, como também os serviços e produtos oferecidos aos clientes da Empresa, os clientes externos.